segunda-feira, 30 de março de 2009

Não Faltes.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Horário de Serviço Público - SMPC-Povoação

Não é a primeira vez que venho denunciar, a inércia da Câmara Municipal da Povoação em matéria de Protecção Civil, mas enquanto cidadão tenho o dever e obrigação de mostrar a todos as faltas de verdade.

Na Agenda Cultural, que devia ser acima de tudo verdadeira, constam números de Entidades, Instituições, Serviços, e um deles é o número de telefone do Serviço Municipal de Protecção Civil que, além de tudo e atendendo a especificidade da sua natureza deveria estar contactavél 24 horas.

Qual não é o meu espanto, que tento ligar para este némero que vem na Agenda, depois das 17:30 ninguém atende.

Pois não é de espantar que sendo um número geral da Câmara Municipal e como não tem ninguem depois dessa hora de serviço, não vale a pena estar aflito pk ninguem vai atender.

Ao menos e com tantos Telemóveis de Serviço disponibilizados por esta edilidade deveriam os ainda responsáveis deste municipio disponibilizar um NÚMERO DE TELEMÓVEL para estar contactavel 24 horas, pois nunca se sabe quando alguém vai precisar dos serviços do SMPC-Povoação.

Para não dizerem que estou a inventar cliquem aqui para confirmar e vejam a página 31.

www.cm-povoacao.pt/FileControl/AgendaCultural/Agenda_23.pdf

segunda-feira, 23 de março de 2009

sexta-feira, 13 de março de 2009

"Europeias 2009"

O Subsecretário dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa e o Secretário Regional da Presidência, através da Direcção Regional da Juventude, em parceria com o Centro de Informação Europeia Jacques Delors, promovem de 12 a 28 de Março, nas 9 ilhas dos Açores, sessões de esclarecimento sobre as Eleições Europeias 2009.
De acordo com um inquérito Eurobarómetro realizado em 2007, apenas 31% dos inquiridos afirmaram conhecer os seus direitos enquanto cidadãos da União Europeia.
A cidadania europeia, introduzida em 1993, permite votar e ser eleito nas eleições locais e europeias, circular, residir e procurar trabalho na UE, receber protecção consular e diplomática de outro Estado-Membro se no país em questão o Estado de origem não tiver representação, dirigir petições ao PE e apresentar queixas ao Provedor de Justiça Europeu.
Neste sentido, a eurodeputada polaca Urszula Gacek relembrou que a cidadania europeia "é um acréscimo e não uma alternativa à cidadania nacional".
Nas eleições europeias de 2004, apenas 12% dos europeus utilizaram o seu direito de votar fora do país de residência. Gacek apela a mais e melhor comunicação com o cidadão médio comunitário, designadamente no que se refere à realização de campanhas de informação.
"O alargamento da União Europeia resultou num aumento considerável do número de cidadãos comunitários que residem fora do seu Estado-Membro de origem", refere o relatório do Eurobarómetro, sublinhando que "a cidadania da União também implica deveres e não apenas direitos, nomeadamente o dever de cumprir a legislação do Estado em que reside e respeitar as culturas dos demais cidadãos".Assim, o Subsecretário dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa e o Secretário Regional da Presidência vêm convidar V. Exa. para a sessão “Europeias 2009”, Que se realiza no Concelho da Povoação em parceria com a Associação de Juventude do Concelho da Povoação no dia 14 de Março (Sábado) no Auditório Municipal da Povoação pelas 20:30h.